Home / Giro de notícias / Krugman diz que, como a Grécia, Portugal está nos “desastres europeus”
Krugman diz que, como a Grécia, Portugal está nos “desastres europeus”
Nobel Prize winning economist Paul Krugman speaks during an interview in New York, May 4, 2012. REUTERS/Brendan McDermid (UNITED STATES - Tags: BUSINESS) - RTR31M2K

Krugman diz que, como a Grécia, Portugal está nos “desastres europeus”

Nobel Prize winning economist Paul Krugman speaks during an interview in New York, May 4, 2012. REUTERS/Brendan McDermid (UNITED STATES - Tags: BUSINESS) - RTR31M2K

Num artigo arrasador para as políticas implementadas na Europa, o Nobel da Economia defende que se o “não” ganhar no referendo grego o país enfrenta ameaças no curto prazo com a saída do euro, mas ganha uma hipótese real de recuperação.

Paul Krugman volta esta sexta-feira a escrever onde critica violentamente a política de austeridade seguida na Europa, que provou “desastres” numa série de países.

Numa altura que todos os olhos estão centrados na Grécia, devido ao referendo deste domingo, o Nobel da Economia chama a atenção para o que se passa numa série de outros países da Zona Euro.

Começa pela Finlândia, ironizando que este país “não poderia ser mais diferente dos corruptos e irresponsáveis” países do Sul da Europa, além de ser um “modelo de sociedade europeia, com um governo honesto, finanças públicas sólidas, rating sólido e que consegue financiar-se nos mercados a taxas incrivelmente reduzidas”.

Contudo, Krugman assinala que oito anos de crise económica na Finlândia cortaram o PIB per capita no país em 10% e “não há sinais de que pare por aqui”, pelo que se não fosse a crise no Sul, a Finlândia poderia “muito bem ser vista como o desastre épico europeu”. (Jornal de Negócios)

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*