Home / Brasil / Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) diz que Temer interfere no Congresso
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) diz que Temer interfere no Congresso

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) diz que Temer interfere no Congresso

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) criticou o comportamento do vice-presidente Michel Temer, alegando que ele já está montando um governo e tentando interferir na pauta do Congresso Nacional antes da conclusão do processo de impedimento contra a presidente Dilma Rousseff.

Em discurso no Plenário nesta quinta-feira (28), a parlamentar denunciou a existência de um acordo para salvar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética da Câmara e criticou possíveis medidas a serem tomadas por Temer caso assuma a Presidência.

— A tese deles é do quanto pior melhor. Estão usando uma crise econômica para arrancar do poder uma presidente legitimamente eleita. E vão parar com a Lava Jato também. Aliás, já estão parando. Não tenho ouvido noticias dela nos últimos dias — alertou.

A senadora aproveitou para mandar um recado ao relator da Comissão Especial do Impeachment, Antonio Anastasia (PSDB-MG), o qual, segundo ela, também praticou pedaladas fiscais quando foi governador de Minas:

— O senhor terá que explicar muito bem o que é e como se faz para driblar as pedaladas fiscais — disse.

Em aparte, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) disse que Vanessa Grazziotin sempre vai à tribuna do Plenário com um discurso muito parecido e que o governo petista já jogou a culpa desse desastre atual do país em cima de todo mundo.

— Hoje, vossa excelência diz que a causa de nossos problemas é a crise internacional. Mas o mundo não está em crise — afirmou.

A senadora respondeu que não quer jogar a culpa em ninguém, mas apenas desmascarar mentiras que estão sendo ditas todos os dias sobre a presidente Dilma Rousseff.

Agência Senado

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Na mesma proporção que os golpistas traem o juramento feito de honrar e defender nossa Constituição e os interesses nacionais, a presidente Dilma deveria usar a prerrogativa que possui, de maior garantidora da guarda inalienável de nossa Constituição e decretar ” estado de sítio “.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*