Home / Brasil / Vestígios da Guerrilha do Araguaia são encontrados por arqueólogos
Vestígios da Guerrilha do Araguaia são encontrados por arqueólogos

Vestígios da Guerrilha do Araguaia são encontrados por arqueólogos

Integrantes da Comissão da Verdade do Pará acompanham os arqueólogos e antropólogos nas escavações. Foto: Jean Brito

Um grupo de antropólogos e arqueólogos procuram na região do Araguaia corpos das vítimas desaparecidas do massacre, que a ditadura militar causou na região, no episódio conhecido como “Guerrilha do Araguaia”. Confira abaixo o relato de Paulo Fonteles Filho, integrante da Comisão da Verdade do Pará.

“Arquivos enterrados!

A manhã desta segunda reservou-nos a surpresa de acharmos, no polígono 13 da antiga base de Xambioá (TO), fragmentos que registram o fato da existência de arquivos naquela que, seguramente, foi uma das mais imponentes da repressão política no Brasil pós-64.

As tarjas encontradas de forma inédita fazem alusão as palavras “Missão”, “Operacional” e “Gorro Preto”.

Em levantamento realizado identificamos que o termo “Gorro Preto” advém da presença da Brigada de Infantaria de Paraquedistas, sediada no Rio de Janeiro, tropa especializada que atuou, em 1973, na 3ª Campanha de Cerco e Aniquilamento às Forças Guerrilheiras do Araguaia.

A Comissão da Verdade do Pará atua ao lado do Grupo de Trabalho Araguaia – composto pelos Ministérios da Justiça, Defesa e Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – para revelar aos paraenses e brasileiros todo o complexo terrorista montado no país dos generais.”

Tarjas das Forças Armadas Brasileira encontradas na região do massacre. Foto: Jean Brito

Fonte: Terra sem males

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Um período bem nefasto na história de nosso País. Que todos que tombaram pela liberdade que descansem em paz, pois, a luta continua.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*