Home / Brasil / Como a mídia constrói o discurso cristão-nazista contra o “petismo”

Como a mídia constrói o discurso cristão-nazista contra o “petismo”

Para a direita, o sentimento de que pertencemos ao mesmo conjunto de seres humanos, de que a relação entre os grupos sociais deve ser regida pela racionalidade, não tem o menor cabimento. Claro que esse pensamento passa ao largo da inteligência, da capacidade de diálogo e raciocínio. Ele joga sobre os pobres toda a responsabilidade pelo caos social e se vale de mitos execráveis como o de que às mulheres cabe o papel de esquentar a barriga no fogão e esfriá-la no tanque. Ou o de que os negros são menos dignos por terem mais melanina em suas peles. É uma ideologia politicamente reacionária e culturalmente conservadora. É inegável que o ser humano voltado para essa ideia significa um ser humano de costas para conceitos como integridade e bem comum. Essa concepção acaba varrendo do debate a reflexão, a filosofia, e, em consequência, os fundamentos do comportamento ético.

Leia meu artigo sobre o tema aqui:  http://outroladodanoticia.com.br/2016/03/20/osvaldo-bertolino-o-anti-petismo-como-terror-dos-guardas-brancos/

 

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*