Home / Brasil / Lava Jato impõe silencio à Odebrecht sobre PSDB e usa código mafioso contra Lula e Palocci

Lava Jato impõe silencio à Odebrecht sobre PSDB e usa código mafioso contra Lula e Palocci

A prisão de Antonio Palocci pela Operação Lava Jato ocorreu no âmbito de um curioso o nome: Omertá. Trata-se de um código de honra de organizações mafiosas italianos, segundo os porta-vozes da ação determinada pelo juiz Sergio Moro uma referência ao silêncio da empreiteira. O ponto é: este silêncio vem dos executivos da Odebrecht ou é uma imposição da Lava jato para não abrir o esquema que revelaria o propinoduto do PSDB, conforme revelado nos primeiros depoimentos? Há confissões de doações para caixa dois de José Serra (inclusive com depósito em sua conta pessoal no exterior) e Geraldo Alckmin. A Lava Jato tem adotado essa prática de ativismo politiqueiro anti-PT e pró PSDB não é de hoje. Veja meu comentário:

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Dá o nome certo oh pá. Ativismo político do judiciário é muito condescendente para o crime hediondo cometido pelos juízes e procuradores membros do Poder Judiciário. Crimes cometidos contra o País, contra a Nação Brasileira e contra a Democracia que eles deveriam salvaguardar a que estão ali por isso, mas em vez eles investidos de ideologia NAZI-FASCISTA, covardemente perseguem a Presidenta Dilma, O ex e futuro Presidente Lula e todos os demais políticos do PT. Tudo isso ancorados em empresários e mídia fascista ordenado por interesses corporativos internacionais que desejam fuder o país para submete-lo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*