Home / Brasil / Mídia cria “lulopetismo” para carimbar esquerda e potencializar guerra ideológica

Mídia cria “lulopetismo” para carimbar esquerda e potencializar guerra ideológica

Na cruzada de desconstrução da imagem e do legado da esquerda no seu período mais recente, dos governos Lula e Dilma, a pululante adjetivação da mídia não te m limite. Agora, a moda é dizer que existe uma “herança” do “lulopetismo”, também chamado de “populismo” ou simplesmente “petismo”, um rótulo para justificar as medidas do programa do golpe, como a PEC 241 e a reforma da Previdência justificadas com o forjado déficit público de R$ 170 bilhões, um cheque em branco que deram para o usurpador Michel Temer. Por trás dessa dissemântica está a história da mídia, o carro-chefe do golpismo. Na verdade, o “lulopetismo” é uma ideia que vem do trabalhismo de Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, que ganhou nova feição com a frente de centro-esquerda capitaneada por Lula e o PT.

Sobre outrolado

Notícias Relacionadas

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*