Admiração por Gregório Bezerra

Já vai longe o tempo em que Gregório Bezerra é celebrado entre artistas e intelectuais de esquerda. Ele fez campanha para se eleger deputado federal em 1982 (concorreu pelo PMDB e perdeu).

No Recife, Chico Buarque fez campanha por Gregório, vestindo camiseta pintada por Aprigio Fonseca, da Brigada Gregório Bezerra, composta por artistas plásticos que apoiavam o candidato.

“Era uma pessoa incrivelmente delicada”, diz o filósofo e professor Leandro Konder. “Poderíamos, ao meu ver, comparando-o ao Che Guevara, reconhecer uma dimensão excepcional, que fazia dele um herói genuíno.”

Para o poeta Ferreira Gullar, Gregório foi “um homem admirável”. “Era de fato um revolucionário, um homem convicto de que tinha uma missão. Nunca vi ódios nem fúrias. Era uma pessoa dócil, você não encontrava amargor, mas firmeza.”

Com informações da Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *