Ela saiu por aí… E daí?

Por Osvaldo Bertolino De cabeça erguida, espinha ereta, a mente quieta e o coração tranquilo, andou por 20 minutos. Por onde passava chamava a atenção. Os homens olhavam-na com aquele semblante de quem viu um extraterrestre, com a boca semiaberta, as sobrancelhas ligeiramente erguidas e os movimentos de braços e pernas em câmera lenta. Mas […]